Ativista chinesa é condenada por postar mensagem no Twitter

Padrão

Cheng Jianping, uma ativista  de direitos humanos chinesa,  foi condenada a um ano de trabalho forçado depois de posta uma mensagem no Twitter, onde ironizava a onda de protestos na China contra a presença do Japão na Expo Xangai.  Segundo autoridades chinesas, ela cumprirá um período de “reeducação por meio do trabalho” por ter sido condenada por perturbação da ordem social.

Ela desapareceu no dia do seu casamento, depois de “retuitar” a mensagem do seu namorado, Hua Chunhui. O “Tweet” dizia: “Manifestações anti-Japão, destruir produtos japoneses, isso já foi feito anos atrás… Não é nada de novo. Se realmente quiserem chocar, vão correndo para Xangai pra destruir o pavilhão japonês na exposição”. Cheng  ainda, acrescentou a frase:  “juventude enraivecida, atacar”.  A ativista retornou 10 dias depois, dia 15, quando foi condenada.

Cheng já havia sido detida por cinco dias em agosto, quando apoiou o ganhador do Prêmio Nobel da Paz, o chinês Liu Xiaobo. Para o namorado da chinesa, a punição foi devido ao fato do seu nome constar em um abaixo-assinado pedindo a libertação de Liu.  O Twitter é bloqueado pelo governo no país, mas muitos enfrentam a censura burlando a proibição.

About these ads

Um comentário sobre “Ativista chinesa é condenada por postar mensagem no Twitter

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s